Macedo & Região

Macedo de Cavaleiros é um excelente ponto de partida para descobrir Trás-os-Montes e Alto Douro. A sua localização geográfica, entre os planaltos, as serras e não muito longe do Rio Douro permite uma óptima mobilidade pela região, quer queira explorar zonas mais distantes, ou quedar-se pelos muitos atractivos do Distrito de Bragança e do Concelho de Macedo, o coração do Nordeste.

 

A visitar no Concelho…

Nos arredores de Macedo destacam-se a belíssima Serra de Bornes e a magnifica Albufeira do Azibo, uma zona de elevado interesse turístico e ambiental. Incluídas na rede natura 2000 estão no concelho o monte de Morais, os vales do Sabor-Maçãs, a Serra da Nogueira e o sítio do Romeu. Para além da serra de Bornes, as de Ala, do Cubo e de Lamalonga revelam o imenso e riquíssimo património natural que rodeia Macedo.

As atividades ligadas à natureza são um pólo que atrai numerosos adeptos de várias modalidades. Tudo isto, aliado ao fenómeno geológico do Monte de Morais, constitui, numa lógica integrada de experiência cultural que também cobre a gastronomia e os monumentos, o GeoPark de Terras de Cavaleiros entidade essencial para a programação de uma estada no Concelho.
A Albufeira do Azibo merece especial referência. Os trilhos pedonais, a fauna, a flora e a praia fluvial são imperdíveis.

As praias fluviais têm, há anos consecutivos, bandeira azul e verde de acessibilidade. a Praia da Ribeira ganhou o galardão de uma das Sete Maravilhas em 2012.
A Serra de Bornes limite meridional do Concelho, com um dos melhores miradouros de Trás-os-Montes, nos seus 1.212mt de altitude é um excelente local de visita.

 

As Aldeias são a história e a base da cultura do Concelho. Embora muito do património se tenha perdido ou adulterado, está em curso um esforço de reabilitação e conservação.
São de referir, como pólos de interesse cultural , o Museu Municipal de Arte Sacra, o museu Rural de Salselas, a Casa do Careto, em Podence, o sítio do Convento de Balsamão e o seu Museu de Arte Sacra, o Museu do Azeite nos Cortiços, a Senhora do Campo, os Pelourinhos de Vale de Prados, de Pinhovelo, de Chacim e de Nozelos, a capela de Malta, as Igrejas de Lamalonga, Vilarinho de Agrochão, Podence, Bornes, Grijó, Vale Benfeito e Castelãos, a talha da Igreja de S. Pedro, em Macedo, e os solares, em Macedo, Cortiços, Chacim e Arcas.

 

A gastronomia e os produtos tradicionais estão ao dispor em restaurantes, que guardará na memória, e nas lojas de fácil acesso. Ir á feira é sempre uma experiência a não perder.